Com medidas de biossegurança, prova de calçados e roupas estão liberadas

Nesta quinta-feira (25), foi autorizado pela Prefeitura a experimentação de roupas, calçados e diversos, nas lojas do comércio da Capital. O procedimento poderá ser realizado mediante a aplicação de medidas de biossegurança, que são:

  • Disponibilização de álcool 70% próximo aos provadores
  • Uso efetivo do álcool pelo cliente, monitorado por um funcionário
  • Uso de máscara facial durante todo o tempo de permanência do cliente nos provadores
  • Desinfecção das roupas e calçados após a experimentação
  • Impedir o acesso de clientes que apresentarem sintomas nos provadores

O método adotado para a desinfecção dos produtos experimentados é de única e exclusiva responsabilidade da loja e deve ser especificado ao cliente, bem como para eventual fiscalização, sempre que solicitado.

Já para as lojas de cosméticos, a prova de produtos será permitida com a utilização de amostras individuais descartáveis.

As regras de isolamento para o procedimento de troca de produtos permanecem as mesmas. O item deve ser descontaminado e mantido em local separado dos demais itens da loja por 72h antes de voltar a ser vendido.

Na publicação do Diário Oficial de Campo Grande, o texto traz ainda novas determinações para restaurantes self-service, que deve ter um funcionário responsável pelo serviço de montagem do prato para o cliente e a liberação de sala de espera para os consultórios/clínicas médicas com distanciamento de segurança.

Clique aqui e leia o decreto: Decreto Liberação Provadores 25-06-20